Colóquio 2016

(Brasil, São Paulo, UNIFESP – Hospital do Rim 13 a 15 de Outubro de 2016)

 

 

Tema: "Sobre a experiência do sofrer e da dor"

  

 

“Por toda a parte nos oprime um sofrer inumerável e imensurável. Porem, nós somos indolores, não estamos propriamente aptos para a essência da dor.”

(Heidegger, O Perigo, 1949)

 

O XXI Colóquio Heidegger tem como eixo temático as importantes questões filosóficas evocadas pelas ciências da saúde. O Colóquio pretende fomentar o trabalho de reconstrução, análise e interpretação das indicações de Heidegger para se pensar os fenômenos da corporeidade, do adoecimento, da dor e da cura, bem como do envelhecimento e da morte. O tema do Colóquio Heidegger-2016 insere-se numa já conhecida abordagem de problemas filosóficos oriundos do encontro entre Fenomenologia e Medicina. Na presente edição do Colóquio serão também apresentados trabalhos de pesquisadores da área da saúde, visando um diálogo com os estudiosos da obra de Heidegger. Participarão como convidados do Colóquio professores e pesquisadores do Grupo de Filosofía del Dolor, coordenado pelo professor Luis Fernando Cardona Suárez (Bogotá, Colômbia). Como parte integrante da programação, também será apresentada a exposição El cuerpo de adentro, do artista colombiano Leonel Castañeda Galeano.

 

 

Para submissão de propostas, a Comissão Organizadora sugere os seguintes eixos temáticos:

  • Ciências da saúde, ontologia e hermenêutica.
  • Fenomenologia e hermenêutica da corporeidade.
  • A corporeidade na época da técnica.
  • Patologia e cura de um ponto de vista fenomenológico e da história do ser.
  • A questão do sofrimento.
  • A dor compreendida e oculta: discurso e historicidade do sofrimento.
  • Nascer, adoecer, envelhecer e morrer.
  • Sobre a essência da dor e do pensar.
  • Doença e saúde de um ponto de vista fenomenológico-hermenêutico. 

   

 

Comissão Organizadora

Alexandre Ferreira

Eder Soares Santos

Róbson Ramos dos Reis 

Tito Marques Palmeiro